Marco Tulio Lana finalizou a sexta etapa do 20º Rally dos Sertões nesta sexta-feira, dia 24, e tem um difícil objetivo a ser cumprido neste sábado até o Piauí | Lana Racing

Marco Tulio Lana finalizou a sexta etapa do 20º Rally dos Sertões nesta sexta-feira, dia 24, e tem um difícil objetivo a ser cumprido neste sábado até o Piauí

Fazendo um rali na raça. Assim o piloto mineiro e seu navegador Leonardo Magalhães estão conseguindo finalizar etapa por etapa do Sertões. Nesta sexta prova, a dupla conseguiu cumprir o começo da segunda maratona do rali (e também a especial mais longa desta edição), composta por 680km de Palmas (TO) a Alto Parnaíba (MA). Valendo tempo foram 468km, percurso que a dupla do carro #229 fez em 5h31min15s.

Não foi fácil para piloto e navegador cruzarem a linha de chegada. De acordo com Lana, o suporte da bateria da Toyota Hilux SW4 quebrou e por três vezes a dupla parou pra ver onde estava o problema. Na hora de consertar o carro em plena maratona, toda ideia é válida: “Amarramos a bateria com fita plástica e silver tape para ela não ficar solta e dar novos apagões. O pior de tudo é que essas panes afetaram a central do carro e ele perdeu potência, fica falhando”, conta Marco Tulio.

Outra surpresa também prejudicou um pouco os competidores da Lana Racing: “Ajudamos o Gunter Hinkelmann e a Josi Koerich a saírem de um atoleiro, só que por conta disso descobri alguns quilômetros à frente que a caixa de transferência do nosso carro quebrou. Acho que foi por conta do socorro que prestamos. Daí tivemos de andar mais de cem quilômetros nas areias do Jalapão só com tração simples. Foi difícil, mas completamos a especial!”, declara o piloto da Lana Racing.

Com o resultado, Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães subiram para a quinta posição na categoria Production T2, após seis etapas competidas. Neste sábado, o 20º Rally dos Sertões entra no sétimo dia. A prova será entre Alto Parnaíba (MA) e Bom Jesus (PI), com 368km no total, sendo 277km de especial e 90km de deslocamentos. Ao final do dia, as equipes poderão receber apoio mecânico. O desafio maior para o piloto de Divinópolis (MG) será competir a prova com o carro exatamente como está: “Ele está sem potência e com tração 4×2. Amanhã ainda vamos andar no meio do Jalapão, que tem todo tipo de trecho. Mas nosso objetivo é finalizar todos os dias e chegar a Fortaleza. A prova deste sábado será totalmente pra cumprir a etapa, sem pensar em arriscar”.

O 20º Rally dos Sertões termina na próxima terça-feira, dia 28, na capital cearense. Até lá serão percorridos 4.840km em cinco estados brasileiros das regiões Norte e Nordeste.

 

Resultado extra-oficial da sexta etapa – categoria Production T2

1º) #240 Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini – 4h38min37s

2º) #258 Glaucio Vanderlide e Idali Bosse – 5h01min04s

3º) #239 Marcos Cassol e Felipe Eckel – 5h06min22s

4º) #238 Rodrigo Cardoso e Cristiano Antonio Rocha – 5h27min07s

5º) #229 Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães – 5h31min15s

6º) #217 Nadimir Oliveira e Filipe Bianchini – 3h17min34s

7º) #230 Pedro Prado Filho e Joá Bicudo – 3h38min42s

 

Acumulado após seis etapas – categoria Production T2

1º) #240 Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini – 19h20min28s

2º) #258 Glaucio Vanderlide e Idali Bosse – 20h26min19s

3º) #239 Marcos Cassol e Felipe Eckel – 25h23min42s

4º) #217 Nadimir Oliveira e Filipe Bianchini – 30h57min43s

5º) #229 Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães – 31h14min43s

6º) #230 Pedro Prado Filho e Joá Bicudo – 35h27min27s

7º) #238 Rodrigo Cardoso e Cristiano Antonio Rocha – 42h12min18s

 

Acompanhe todas as notícias e o dia a dia do piloto Marco Túlio Lana pelo site www.marcotuliolana.com.br e pela fan page www.facebook.com/rallylanaracing.

 

Programação 20º Rally dos Sertões

1ª etapa – domingo 19 de agosto

São Luís (MA) a Barreirinhas (MA)

Deslocamento inicial: 134km

Trecho cronometrado: 176km

Deslocamento final: 55km

Total do dia: 365km

 

2ª etapa – segunda-feira 20 de agosto

Barreirinhas (MA) a Bacabal (MA)

Deslocamento inicial: 1km

Trecho cronometrado: 148km

Deslocamento final: 365km

Total do dia: 514km

 

3ª etapa – terça-feira 21 de agosto (etapa maratona)

Bacabal (MA) a Barra do Corda (MA)

Deslocamento inicial: 106km

Trecho cronometrado: 19km

Deslocamento final: 365km

Total do dia: 274km

 

4ª etapa – quarta-feira 22 de agosto

Barra do Corda (MA) a Carolina (MA)

Deslocamento inicial: 8km

Trecho cronometrado: 309km

Deslocamento final: 206km

Total do dia: 523km

 

5ª etapa – quinta-feira 23 de agosto

Carolina (MA) a Palmas (TO)

Deslocamento inicial: 3km

Trecho cronometrado: 188km

Deslocamento final: 281km

Total do dia: 472km

 

6ª etapa – sexta-feira 24 de agosto (etapa maratona)

Palmas (TO) a Alto Parnaíba (MA)

Deslocamento inicial: 207km

Trecho cronometrado: 468km

Deslocamento final: 5km

Total do dia: 680km

 

7ª etapa – sábado 25 de agosto

Alto Parnaíba (MA) a Bom Jesus (PI)

Deslocamento inicial: 35km

Trecho cronometrado: 277km

Deslocamento final: 55km

Total do dia: 368km

 

8ª etapa – domingo 26 de agosto

Bom Jesus (PI) a Petrolina (PE)

Deslocamento inicial: 3km

Trecho cronometrado: 335km

Deslocamento final: 289km

Total do dia: 627km

 

9ª etapa – segunda-feira 27 de agosto

Petrolina (PE) a Iguatu (CE)

Deslocamento inicial: 62km

Trecho cronometrado: 143km

Deslocamento final: 355km

Total do dia: 560km

 

10ª etapa – terça-feira 28 de agosto

Iguatu (CE) a Fortaleza (CE)

Deslocamento inicial: 184km

Trecho cronometrado: 103km

Deslocamento final: 170km

Total do dia: 457km

A Lana Racing tem o patrocínio de Insano Energy Drink, Diamond House, Andrade Têxtil, Infoex e Revista Planeta Off-Road. Apoio: Transcapuxin.

Voltar

Patrocinadores