Marco Tulio Lana ficou em terceiro lugar na antepenúltima prova, disputada neste domingo entre Bom Jesus (PI) e Petrolina (PE). Na reta final do rali, carro #229 subiu para a quarta colocação na Production T2 | Lana Racing

Marco Tulio Lana ficou em terceiro lugar na antepenúltima prova, disputada neste domingo entre Bom Jesus (PI) e Petrolina (PE). Na reta final do rali, carro #229 subiu para a quarta colocação na Production T2

A regularidade e dedicação ao máximo têm trazido resultados além dos esperados para a única dupla mineira que segue disputando o 20º Rally dos Sertões. Neste domingo, Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães se esforçaram para chegar ao Pernambuco, penúltimo estado da rota desta edição do evento. Foram 627km para chegar a Petrolina, mas enfrentando 335km valendo tempo no rali. Piloto e navegador foram a terceira melhor dupla com pouco mais de 13 minutos de diferença para o segundo lugar e com uma vantagem de cerca de 20 minutos.

Mas conseguir cumprir todas as etapas deste Sertões já tem sido um grande prêmio para os competidores do carro #229. Neste domingo, novamente a dupla teve imprevistos que poderiam ter dado a eles uma colocação ainda melhor: “Nosso maior problema foi o computador de bordo, que parou de funcionar no meio da prova. Perdemos algumas referências e o Leo teve que fazer a navegação pelo GPS. Com isso, diminuímos o ritmo. Dava pra ganhar se não fosse esse imprevisto”, relata Marco Tulio. No trajeto da especial, muita areia, erosões, serras, trechos travados e a travessia por cânions no sertão pernambucano.

Por mais que a cada dia a equipe esteja superando problemas inesperados no meio das etapas, o piloto mineiro considera positivo o desempenho da dupla neste Sertões, considerado o mais difícil da história: “Depois de dois dias de abandonos neste ano e um começo muito complicado, terminando etapas na raça, temos que comemorar essa nossa evolução. O objetivo mudamos, de tentar vencer na categoria para conseguir chegar a Fortaleza terminando todas as etapas. O que tem se mostrado é que a melhora foi superior a isso. Mesmo não tendo chance de chegar entre os primeiros, vamos continuar imprimindo um ritmo forte e insano até o fim do Sertões”, afirma o piloto.

Nesta segunda-feira, dia 27, a caravana do 20º Rally dos Sertões segue para Iguatu, no Centro-Sul cearense. Serão 560km até a cidade, sendo 143km de trechos cronometrados. Será a nona e penúltima etapa desta edição do evento, que nesta terça-feira terminará em Fortaleza (CE).

Resultado oitava etapa (extra-oficial):
1º) #240 Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini – 5h11min23s

2º) #239 Marcos Cassol e Felipe Eckel – 5h27min41s

3º) #229 Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães – 5h40min09s

4º) #238 Rodrigo Cardoso e Cristiano Antonio Rocha – 6h00min51s

5º) #258 Glaucio Vanderlide e Idali Bosse – 6h36min06s

6º) #217 Nadimir Oliveira e Filipe Bianchini – 6h45min00s (NC)

7º) #230 Pedro Prado Filho e Joá Bicudo – 6h45min00s (NC)

 

Acumulado após oito etapas

1º) #240 Paulo Cesar Bertolini e Anderson Bertolini – 29h41min11s
2º) #258 Glaucio Vanderlide e Idali Bosse – 32h27min50s
3º) #239 Marcos Cassol e Felipe Eckel – 36h00min20s
4º) #229 Marco Tulio Lana e Leonardo Magalhães – 43h51min01s
5º) #230 Pedro Prado Filho e Joá Bicudo – 51h49min08s
6º) #217 Nadimir Oliveira e Filipe Bianchini – 52h15min37s
7º) #238 Rodrigo Cardoso e Cristiano Antonio Rocha – 53h40min08s

Acompanhe todas as notícias e o dia a dia do piloto Marco Túlio Lana pelo site www.marcotuliolana.com.br e pela fan page www.facebook.com/rallylanaracing.

 

Programação 20º Rally dos Sertões

1ª etapa – domingo 19 de agosto

São Luís (MA) a Barreirinhas (MA)

Deslocamento inicial: 134km

Trecho cronometrado: 176km

Deslocamento final: 55km

Total do dia: 365km

 

2ª etapa – segunda-feira 20 de agosto

Barreirinhas (MA) a Bacabal (MA)

Deslocamento inicial: 1km

Trecho cronometrado: 148km

Deslocamento final: 365km

Total do dia: 514km

 

3ª etapa – terça-feira 21 de agosto (etapa maratona)

Bacabal (MA) a Barra do Corda (MA)

Deslocamento inicial: 106km

Trecho cronometrado: 19km

Deslocamento final: 365km

Total do dia: 274km

 

4ª etapa – quarta-feira 22 de agosto

Barra do Corda (MA) a Carolina (MA)

Deslocamento inicial: 8km

Trecho cronometrado: 309km

Deslocamento final: 206km

Total do dia: 523km

 

5ª etapa – quinta-feira 23 de agosto

Carolina (MA) a Palmas (TO)

Deslocamento inicial: 3km

Trecho cronometrado: 188km

Deslocamento final: 281km

Total do dia: 472km

 

6ª etapa – sexta-feira 24 de agosto (etapa maratona)

Palmas (TO) a Alto Parnaíba (MA)

Deslocamento inicial: 207km

Trecho cronometrado: 468km

Deslocamento final: 5km

Total do dia: 680km

 

7ª etapa – sábado 25 de agosto

Alto Parnaíba (MA) a Bom Jesus (PI)

Deslocamento inicial: 35km

Trecho cronometrado: 277km

Deslocamento final: 55km

Total do dia: 368km

 

8ª etapa – domingo 26 de agosto

Bom Jesus (PI) a Petrolina (PE)

Deslocamento inicial: 3km

Trecho cronometrado: 335km

Deslocamento final: 289km

Total do dia: 627km

 

9ª etapa – segunda-feira 27 de agosto

Petrolina (PE) a Iguatu (CE)

Deslocamento inicial: 62km

Trecho cronometrado: 143km

Deslocamento final: 355km

Total do dia: 560km

 

10ª etapa – terça-feira 28 de agosto

Iguatu (CE) a Fortaleza (CE)

Deslocamento inicial: 184km

Trecho cronometrado: 103km

Deslocamento final: 170km

Total do dia: 457km

A Lana Racing tem o patrocínio de Insano Energy Drink, Diamond House, Andrade Têxtil, Infoex e Revista Planeta Off-Road. Apoio: Transcapuxin.

Voltar

Patrocinadores